Seguidores

24 de janeiro de 2013

Relembrando: Nas mãos do Poeta


Nas mãos  do poeta
existe a voz do coração.
Mãos com vida,
que choram, riem,
levam amor
ao coração da Mulher,
com versos floridos
de rosas
amarelas, vermelhas,
são rosas
do jardim do encanto,
junto do lago da paixão!

E nesta missão
sua alma se eleva,
outras acalma
por ser mensageiro
de amor nos versos
do seu coração poeta!

José Manuel Brazão

Anna
Diante do grande talento que és e alma de inspiração invulgar, junto o meu poema singelo
ao teu poema-presente para que eles fortaleçam no Tempo nossas Vidas e a Poesia.
Beijo grande

Mãos que falam, sem dizer
nas tuas mãos tem vida,
vida transmitida em versos

Mãos benditas, que dão afeto
generosas mãos de homem,
que tecem letras encantadas

Mãos do amor, tocam no fundo
na alma da flor, benfeitor
trata da terra com ardor...

Dor...

Mãos que por vezes choram,
descrevendo lágrimas rimadas
na esperança de acalmar a alma

Mãos mensageiras do peito,
traduzem o coração da Mulher
-flores no jardim de teu amor-

Mãos iluminadas, tens na vida
missão certa: levar amor aos versos,
Ser o espelho do coração poeta!

Anna Carvalho

Um pequeno carinho meu diante de tudo que tens feito por mim,
por sua grandeza de alma, amor incondicional, pelo apoio na poesia
e na vida pessoal. Te agradeço!
Beijão
Anna.

3/Março/2012

2 comentários:

Gracita disse...

A arte de versejar maravilhosamente esculpidas pelas mãos dos grandes mestres da poesia Ana e ZÉ.
Parabéns! Poemas divinos!
Um dia espetacular pra vocês.
Beijinhos no coração

Catarina Pereira disse...

adorei

http://apparemmentideal.blogspot.pt